Depois dos 25

Nos últimos meses, refleti muito sobre um sintoma muito característico da fase adulta, que admito ter alcançado só agora, pouco depois de completar 25 verões.

Parece cliché, mas é verdade! Nessa fase da vida, a gente simplesmente deixa de se importar com a maioria das coisas que tiravam o nosso sono anteriormente. E passa a relevar a maioria dos conflitos. O resultado? Uma vida com mais leveza, serenidade, autopreservação e foco no que realmente importa.

Depois dos 25, você provavelmente:

Não vai se importar com sua imagem (ou orgulho ferido). Você vai aceitar “sair por baixo” em um debate, por exemplo. Tudo para evitar confusões. Som, você vai “deixar barato” porque sim!;

Não vai se incomodar com o fato de existirem pessoas que pensam diferente de você. Elas vão continuar existindo (e tudo bem!);

Não vai se esforçar para converter pessoas a pensarem como você. Lei do mínimo esforço, sabe?;

Não vai mais se sentir refém da sempre-tão-presente preocupação sobre o que vão pensar de você se fizer X ou y. Você só faz o que acha certo e se preocupa mais com a sua própria consciência e paz de espírito;

Não vai mais precisar de tanta aprovação. Você descobre que isso não vale muita coisa;

Não vai sofrer ou tentar mudar a opinião de quem teve uma impressão errada sobre a sua personalidade. Isso está fora de seu controle.

Não vai mais se importar por não ter conseguido explicar alguma coisa após diversas tentativas. Às vezes a outra pessoa só não quer entender. Lembra da lei do mínimo esforço?

Não vai perder tempo com coisas ou pessoas que te estressam ou entristecem. Simplesmente porque você aprende a se preservar;

Não vai mais comprar briga tão facilmente. Porque na verdade nunca valeu a pena, mas só agora ficou nítido;

E o melhor dos “sintomas”: você vai aceitar todas as suas falhas, fracassos e derrotas da vida, porque aprendeu FINALMENTE que não devemos nos preocupar com o que não depende de nós mesmos. ❤️

More about marinaknobl

Mari tem 24 anos, mora em São Paulo e é jornalista – mas às vezes pega uns freelas de design. É pisciana, palmeirense e apaixonada por comida japonesa. Adora gatos, The Sims e Milkshake, não necessariamente nessa ordem.